quinta-feira, 10 de julho de 2014

Viagem e Vaga Música

Quem me conhece sabe que amo duas poetas (não gosto de poetisa) em particular: Clarice Lispector e Cecília Meireles.  Porém, sempre me identifiquei mais com a Clarice.  Não sei por qual motivo eu achava que a Cecília era mais infantil,  uma poesia estilo "Castelo Ra Tim Bum" aquelas que o gato lia para as crianças.  Até que esses dias, em meio a monotonia que me consome, enquanto eu vagueava pela casa me deparei com este livro.
"Viagem e Vaga Música"
Confesso que não sou muito de ler poesias. Sempre preferi os romances. Mas a capa do livro me chamou a atenção, dei uma folheada e escolhi uma poesia aleatoriamente. Parei na página 77, "Fadiga". Foi como se ela simplesmente tivesse lido minha alma e depois disso não desgrudei mais.
Repensei toda minha visão sobre Cecília Meireles e recomendo aqui este livro.
A edição que eu eu tenho é da Fundação Nestlé Cultura. Leiam. Vale a pena.
Bjinhos e até a próxima.

Postar um comentário