quinta-feira, 10 de julho de 2014

Viagem e Vaga Música

Quem me conhece sabe que amo duas poetas (não gosto de poetisa) em particular: Clarice Lispector e Cecília Meireles.  Porém, sempre me identifiquei mais com a Clarice.  Não sei por qual motivo eu achava que a Cecília era mais infantil,  uma poesia estilo "Castelo Ra Tim Bum" aquelas que o gato lia para as crianças.  Até que esses dias, em meio a monotonia que me consome, enquanto eu vagueava pela casa me deparei com este livro.
"Viagem e Vaga Música"
Confesso que não sou muito de ler poesias. Sempre preferi os romances. Mas a capa do livro me chamou a atenção, dei uma folheada e escolhi uma poesia aleatoriamente. Parei na página 77, "Fadiga". Foi como se ela simplesmente tivesse lido minha alma e depois disso não desgrudei mais.
Repensei toda minha visão sobre Cecília Meireles e recomendo aqui este livro.
A edição que eu eu tenho é da Fundação Nestlé Cultura. Leiam. Vale a pena.
Bjinhos e até a próxima.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Que o Deus Venha

Essa música "Que o Deus Venha" surgiu do livro "Água Viva" da Clarice Lispector. Cazuza e Frejat musicaram um trecho do livro, com pouquíssimas adaptações na letra. Em 1986 lançam o álbum "Declare Guerra", tendo como faixa 10 a poesia de Clarice musicada.

Hoje, é minha música de cabeceira. Espero que gostem!

domingo, 6 de julho de 2014

Mutações

De ausências me faço neste momento.
Ausência de mim... de ti, de tudo.
Uma constante angústia corroendo o estômago.
O que fazer? Pra onde correr? O que gritar?
Quero gritar... mas não sei o quê.
Tanta falta de algo que nem sei o que é.
Cansei de me enganar.
Transfiguro-me novamente. Existo em outro ser.
Tento transformar...

quinta-feira, 3 de julho de 2014

La Bella Luna

Não Mais.

Cansei de beijos sujos...
Cansei de bar em bar...
Chega de beber... chega de fumar.
Cansei de palavras torpes....
Palavras tortas.
Tantas emoções... todas ilusionadas.
Versos da madrugada. Conversa de balcão.
Sonhos... tolos passageiros....
O trem da vida vai.
Cansei de gastar tempo em nada.
Cansei da mesmice.
Preciso me inovar.