terça-feira, 9 de julho de 2013

A Velha Árvore

Uma árvore plantada ao chão.
Criando raízes longas e grossas, que entranham-se à terra,
E às folhas, sementes, e infinidades de seres que caem ali.
Fincando suas experiências nesta terra, e crescendo.
Cada dia um novo renascimento e ficando forte.
Pomposa, frondosa, florida, frutada.

Um pássaro pousa em seu galho, descansa.
Uma família formiga apressa-se em seu tronco, trabalha.
Uma folha desprende do topo, plana...
Um pica-pau batuca lá em cima, e caça.

N'uma tarde fria, toda formosa a chuva chega.
Lavando a alma da Velha Árvore cansada.
Que mirando um clarão nos céus, desaba.
Deixa ir as folhas mortas, os frutos podres.
Toda a sujeira, poeira, e a carcaça.

Vai agora a Velha Árvore unir-se à outras raízes.
Fortalecer a mesma terra em que outrora.
Viestes chegar como semente.
Do pó ao pó, diria alguém sabiamente.
O ciclo sem fim, como naquela velha história.


http://www.flickr.com/photos/sosteneslopes/5208156594/


segunda-feira, 8 de julho de 2013

Aos meus pensamentos

Um grande e eterno FO.DA-SE à vocês.
Não me importa esta sua opiniãozinha hipócrita
Centrada na ideia de que teu rabo comanda o mundo.
Poupem-me de seus comentários desnecessários
E lembrem-se sempre que errar é natural
Desdenhar do erro alheio é crueldade e das grandes.