sábado, 16 de junho de 2012

Questão de Educação

Muitos são os problemas que as sociedades enfrentam hoje em dia na busca de uma vida melhor. E para solucionar esses inúmeros problemas surgem ainda mais possíveis soluções. E quando nos damos conta, diversas brigas, discussões, confrontos e até mesmo guerras, ocorrem apoiadas no ponto de vista de uns ou outros acreditando que a sua solução será a única capaz de salvar o mundo.
A verdade é que o egoísmo reinante nesse nosso sistema em que um quer apenas engolir o outro, gera todos os dias pessoas capazes de atacar o seu semelhante sem o menor constrangimento, sem um pingo de sensibilidade, amor ao próximo, compaixão.
Quando paramos para analisar os problemas da sociedade, para que possamos buscar soluções, sempre chegamos nas mesmas palavras ou idéias. Segurança, Saúde, Moradia, Transporte, Superpopulação, entre tantas outras. Mas, o problema maior, o pai de todo o caos urbano é menosprezado, como coisa sem importância. A Educação é deixada de lado, com o argumento de que é mais importante pensar na saúde e na segurança pública, pois uma pessoa doente não pode estudar, ou ainda, que fica difícil estudar se a pessoa tem medod e sair de casa. Está certo, é correto fazer essas afirmações, porém, até certo ponto.
Colocando-se a educação como base primordial, dando a maior importância à ela, veremos como todos os problemas são amenizados. Como? Partindo da seguinte idéia. Se a população tiver educação de qualidade, desde os primeiros anos de vida ela:
- Terá capacidade de se inserir no mercado de trabalho e não precisará entrar para o Crime
- Terá consciência para exigir seus direitos e exigir governantes honestos que estão lá como funcionários do povo e não como patrões do crime organizado.
- Uma sociedade bem formada automaticamente gerará bons profissionais.
- Com bons profissionais, automaticamente surgem bons médicos, enfermeiras, profissionais da saúde em geral, acaba-se com o descaso, erros médicos, e outros.
- A população consciente aprende a votar e colocar no poder apenas os que realmente farão direito.
Postar um comentário