segunda-feira, 25 de abril de 2011

...

Ausento-me do mundo
Corro para dentro de mim... escondo-me.
Guardo incertezas dentro do peito.
Sufoco os pensamentos que me povoam a mente.
Desacordo para a realidade, ocultando-me na solidão.
Esqueço-me n'um canto, às sombras da escuridão.
Deixo passar...
Postar um comentário