terça-feira, 23 de novembro de 2010

As mesmas palavras tristes

As multidões insistem em atrapalhar minha solidão...
São chatas, incômodas, inúteis. Só sabem piorar.
Podiam ao menos acabar com essa tortura, mas não,
Passam por minha vida, atormentando meu pensar.

Estou cansada de dizer palavras tristes, amargas, intensas
Queria cantar versos felizes, cheios de risos e sonhar.
E me pego emaranhada em emoções torpes, sujas e densas,
São palavras sombrias, pesadas, repletas de penar.
Postar um comentário