domingo, 10 de outubro de 2010

Cerrado e Litoral

Leve-me contigo, onde as palavras não alcançam e os pés não podem tocar
Leve-me contigo, ao paraíso escondido em nossas mentes.
Leve-me meu amor.
Cante-me as canções que ouvíamos 
Cante-me aquelas canções de chorar, e amar.
Me diga agora as palavras que prometemos dizer
Me diga as palavras que nos fazem sentir, só nós sabemos quais são.
Vem meu amor, pegue em minhas mãos.
Me mostre o mundo guardado no seu coração.
Somos jovens e somos livres. podemos fazer e dizer.
Nada poderá nos prender, nesse lugar distante.
Este lugar errante, que separa mente coração, devaneio e alucinação.
Somos tolos e pequenos nesse mundo enfermo
Vamos fugir pro nosso lugar, onde tem sol e tem mar
Cerrado e litoral, unidos em ideal, um paraíso astral.
Nosso ser, eu e você, brincando de viver.
Seremos dias e noites, fogueira e constelação.
E enquanto é só essa canção.
Canta meu amor, que o dia já vem, trazendo nossa união.
Postar um comentário