quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Nat, Iole, Bia

Musas, nuas ou semi-nuas, uma, duas ou três.
Encantam em dreads e cachos.
Divertem, enlouquecem, alucinam.
Suas, minhas, nossas, umas das outras.
Doces, como os que a Bia tanto gosta
Verdes, maduras, Vermelhas.
Inteiras, ou meio ausentes (como sempre)
Mães, filhas, mulheres.
Produzem palavras na mente da gente.
Escrevemos a elas (Vii e eu), tentamos
Vontade de homenageá-las todos os dias
Palavras não são suficientes para descreve-las.
Sorte de quem as conhece.
Sorte minha de poder dize-las
Lindas, musas, inteiras!
Postar um comentário