quarta-feira, 14 de julho de 2010

Inspiração passageira

Vou matar o vazio que corre dentro de mim,
Perfura minha mente e sufoca o meu ser.
Esse vazio congela minha alma,
Derrama minha essência, transborda meu querer.
Saudades plenas, apenas, falta de você,
Um você de querer bem, escritos em poréns,
Todo cheio de viiver.
São palavras que me ocorrem,
Correm, me deixam sem saber.

E a inspiração acaba do nada, assim como a vida o escrito fica sem fim!
Postar um comentário