terça-feira, 29 de junho de 2010

Sua insanidade, meu prazer!


Não adianta me mandar partir
Não adianta me exorcizar
Pode gritar que eu não vou sair
De mim você não vai se livrar






Eu estarei dentro da sua mente
Em cada coisa que você tocar
Em cada som que você ouvir
Nos pensamentos vai me encontrar









Serei seus medos e seus delírios
Serei cada nova alucinação
Serei fantasmas e também suspiros
Consumirei o seu coração






Sua loucura será feita de mim
Minha vitória é o seu abismo
Serei seu vírus, doença sem fim
Me embrenharei em seu organismo.





segunda-feira, 21 de junho de 2010

Acende a brisa

Acende a brisa pra curtir
O som do seu coração
Deixe a mente fluir
Ouça uma nova canção.

Veja então novas cores
Sinta novos sabores
Cante cada vez com mais emoção
Ouça a voz do coração!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Céu de Leite

O céu de Boituva é um resplandescer de estrelas
Com toda a beleza que a Via Láctea pode ter
O céu mais belo, por estes fracos olhos, já visto.
Um sopro de brilhantes, um jardim a florescer
Vê-se cada constelação, céu de Leite
Um deleite de viver!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

As duas ultimas postagens (de baixo) ficaram horríveis...mas fiquei com preguiça de editar...
Prometo em breve postar algo de útil!!!
hrhrhrh

domingo, 13 de junho de 2010

Palavras Bailarinas

O peso da minha cabeça...
Ecoa em meus ouvidos
E palavras bailarinas
Me convidam a dançar!

Com pureza e alegria
Tais palavras saltitantes,
Na brisa a correr, as
Bailarinas do meu ser

Palavras

Enquanto eu procurava o que escrever
As palavras foram nascendo
floreando em minha mente
as poucos foram aparecendo

Surgiram meio tímidas
Sem saber, ao certo, o que dizer
encontrando umas as outras
Logo todas queriam viver

Foram dando as mãos
Formando frases e versos
Cantando uma canção
Sussurrando universo

E assim elas surgiram,
Brincaram e se foram
E o silêncio deixaram
Nem pontos agora ecoam.