sábado, 16 de fevereiro de 2008

Chocolate emagrece, Adoçante engorda

Nossa...o que fazer em meio a declarações do tipo:
Chocolate emagrece... (desde que...)
Adoçante engorda...
Comam ovo...
Não pode esquentar o azeite...
E outras tantas declarações que nos deixam completamente perdidos nesse mundo em que o mais importante é uma alimentação saudável???

É estranho saber que alimentos tão proibidos como ovo e chocolate agora fazem parte de um cardápio saudável, e o azeite, agora se sabe, quando em altas temperaturas se transforma em gorduras trans - o que fazer com aquele maravilhoso bacalhau lotado de azeite da páscoa??? - e o adoçante que sempre foi utilizado em todas as dietas, também sabe-se agora que ele não manda para o cérebro o sinal de que o corpo ja está satisfeito (assim como acontece com o açucar).

E aquelas dietas que aparecem, viram moda e depois são crucificadas, o que fazemos? as colocamos em prática?? ou não??? Dietas como a do carboidrato, que depois de ficar um mês sem comê-lo percebemos que não conseguimos ficar sem ele.

O que fazer?? o que pensar??? e o mais importante... O QUE COMER????
Estamos em uma fase de transição na alimentação - assim como na música, na história, na política, e na cultura em geral - e essa fase nos traz a todo momento novas pesquisas, estudos, conclusões e dúvidas, liberam o que era proibido, proibem o liberado. E nos resta utilizar o bom senso. Não embarcar em dietas da moda, não abolir alimentos do cardápio, não exagerar em outros alimentos, saber regular proteínas, carboidratos, vitaminas, fibras, minerais, e tudo o mais, fazer pratos coloridos e tentar sempre aprender um pouco sobre a alimentação é muito importante.
Há muitos profissionais capazes de nos orientar na hora da alimentação e nos mostrar que alimentação saudável não é apenas "um grelhadinho com uma saladinha" e nem "uma colherzinha de arroz integral com uma porçãozinha de legumes cozidos sem sal". A comida saudável é aquela que vai nos fazer bem não apenas no aspecto médico, como também no prazer, no paladar, no olfato, ao degustar. No livro A dieta do viver bem o nutrólogo Mauro Fisberg diz:
" Outra suposição muito comum: um prato queilibrado só comporta folhas e grelhados. Quanta chatice!"
e diz também:
"Infelizmente, tenho observado que a moda do "prato saudável e chato" está pegando. Hoje vejo pais proibindo até sorvete de casquinha aos filhos. [...] Até as frituras podem, sim, aparecer em um bom cardápio."

Ou seja, comida saudável não é comida chata, nem comida sem gosto. temos que saber controlar, criar e combinar alimentos. E enquanto esse vai e vem de informações novas não pára, teremos que ir adaptando ao nosso cardápio e à nossa vida o que se diz, sem cometer exageros e sem entrar em barcos furados como dietas que simplesmente proíbem qualquer alimento ou nutriente.

Vou parando por aqui que hoje já escrevi muito...